top of page
Buscar
  • Foto do escritorHUBs YCL

Imersão YCL Brasil 2023

Atualizado: 27 de fev.

Agora que o Carnaval acabou e o ano está começando… É hora de voltarmos com tudo!


Em janeiro a YCL conseguiu concretizar um grande desejo: realizar uma Imersão de forma presencial no Brasil! Foram dois meses de muita preparação, mas o resultado foi lindo! O encontro reuniu 24 pessoas que vieram de cerca de 9 estados diferentes. Essa galera toda já se gostava demais no online, mas o presencial deixou a conexão ainda mais forte!


Time institucional Brasil e Coordenadores de HUBs YCL Brasil.


A imersão aconteceu em Guararema/SP, em um espaço cheio de verdes, aves e tranquilidade, perfeito para inspirar as boas ideias. Mas além de reunir muita gente boa em um mesmo espaço, para que mais serviu a imersão?


Nossos principais objetivos eram: fortalecer conexões, desenhar a estrutura de um novo curso que a YCL vai lançar em breve (#spoiler) e pensarmos os novos rumos da Rede aqui no Brasil. Quem somos, quais as funções dos HUBs e GTs e como usar bem toda a potência que temos? Essas foram algumas das perguntas que surgiram no caminho. Quer saber mais? Fica com a gente até o final que vai valer a pena!



Objetivos estratégicos da Imersão YCL Brasil 2023.


O que significa nosso trabalho em rede?


Vivemos em um país de dimensões continentais e atuamos em desafios complexos e diferentes em cada parte do território nacional. Ter uma rede de pessoas conectadas e que buscam essa conexão por meio de sua essência é uma grande potência, mas também um desafio, já que estamos colaborando de forma remota na maior parte do ano.


Estarmos juntos foi transformador para nós e para o fortalecimento dos vínculos que nos unem. E essa presença permitiu o reconhecimento da essência que já sentíamos e que dessa vez foi também documentada. A Rede YCL representa:

  • Nossos ancestrais: eles nos inspiram e também nos inspiramos uns nos outros;

  • Acolhida: espaço seguro para acolhimento dos nossos sentimentos;

  • Reconhecimento: nos reconhecemos uns nos outros na construção de novos futuros preferíveis e não apenas possíveis;

  • Conexão com a natureza;

  • Escuta ativa, leve e presente;

  • Liderança para solucionar problemas complexos: o conhecimento como impulsionador de soluções;

  • Trabalho em rede: trabalhamos com afeto e abundância sem deixar ninguém para trás;

  • Diversidade: somos muito diferentes e nossas causas, atuação e sonhos nos unem em torno de um propósito comum.


Como foram as dinâmicas?


Com o objetivo de nos conectarmos ainda mais, antes de chegarmos ao local da imersão tivemos que pensar sobre nossas trajetórias para refletir sobre as decisões que nos fizeram estar ali.


Nos dividimos em grupos de quatro pessoas e compartilhamos três momentos que nos fizeram tomar a decisão de atuar com as mudanças climáticas. Compartilhamos também três referências (livros, frases, filmes…) que moldaram nossa atuação. E a dinâmica foi finalizada em uma grande roda de conversa onde entendemos melhor a nossa atuação e formação como grupo. Dessa dinâmica resultou o texto sobre a representação da YCL no parágrafo anterior.


Estar em grupo, significa também demonstrar afeto e cuidado com cada uma das pessoas que formam o coletivo. Em outra atividade, fizemos uma espécie de “amigo secreto”, só que diferente! Cada um tirava um papelzinho e o nome sorteado seria o nome da pessoa que seria seu “protegido” pelo resto do dia. Ou seja, você seria o anjo dessa pessoa. O objetivo era cuidar daquela pessoa, de qualquer forma possível! Alguns fizeram massagem no pé, outros deixaram bilhetinhos surpresa, e teve até gente que lavou a louça do seu protegido… Essa dinâmica nos mostrou como a Rede YCL é verdadeiramente um espaço de acolhimento, onde ninguém se sente sozinho, pois temos diversos “anjos” zelando por nós.


Esse zelo se dá também pelo cuidado para gerar oportunidades que possam contemplar as pessoas da Rede e ampliá-la por meio da acolhida de novos membros. Um outro momento muito importante da imersão foi o tempo dedicado por todos os participantes para elaboração do esqueleto de um curso sobre Educação política e climática que será ofertado gratuitamente para jovens que tenham interesse sobre o tema.


Nos sentimos muito valorizados em poder participar desta construção, uma prova viva de que esta Rede se importa com a opinião e, mais do que tudo, com a experiência de cada um de seus integrantes para a construção e efetivação de um curso de extrema importância para a juventude brasileira. Juntos, pensamos nas melhores estratégias para que o curso contemple sua proposta e alcance os resultados esperados. Algumas questões norteadoras foram: público-alvo, conteúdos essenciais a serem abordados no curso, divisão de temas em módulos, quantidade de módulos, carga horária das aulas, métodos de acompanhamento da participação e de avaliação do objetivo final, que consiste em preparar jovens ativistas para atuação no mercado de trabalho com mudanças climáticas.


No último dia da imersão, tivemos a oportunidade de pensar em questões que são de vital importância para o progresso do nosso trabalho no ano de 2023. Elencamos assuntos prioritários que traziam já há algum tempo inquietações e/ou propostas de pequenas adaptações que contemplassem a realidade de atuação dos coordenadores voluntários, levando também em consideração as diferentes realidades territoriais.


Como os assuntos eram muitos e a galera toda também, realizamos a dinâmica chamada Open Space, traduzido por alguns como Tecnologia do Espaço Aberto. A vantagem dessa dinâmica é possibilitar várias conversas simultaneamente, tratando de assuntos diversos, com um tema norteador em comum, que nesse caso envolvia o planejamento de atuação dos Hubs no ano de 2023. Tratou-se de uma ideia criativa de auto-organização para que pudéssemos contemplar todas as questões definidas como urgentes até o final de nossa imersão. Vale ressaltar que além da pessoa que se dispôs a coordenar o tema de um grupo em específico, todos os outros participantes podiam transitar e contribuir com as discussões de todos os grupos! Vejam só que maravilha!


Nos organizamos em 6 grupos para discutir os seguintes temas: identidade dos HUBS (nome/organização interna), identidade e papel dos coordenadores, mapeamento de processos, jornada do voluntário, expectativas de participação e atuação entre Hubs e YCL Institucional e perfil do mobilizador dos Hubs. Ao final da atividade os facilitadores de cada grupo apresentaram para o grupo geral os resultados das interações em cada conversa. As informações base levantadas já estão sendo discutidas com calma nas reuniões semanais remotas do grupo de coordenadores.


Quem foram as pessoas que fizeram esse encontro acontecer?


Para um encontro dessa dimensão acontecer, tivemos o privilégio de contar com pessoas extremamente dedicadas e cuidadosas que nos proporcionaram um encontro confortável, afetuoso e organizado.


Para a organização e condução das muitas horas de conversas em grupo, com muitas ideias e possibilidades levantadas. Fomos auxiliados pelo Rangel Mohedano (@rangelarthur), da Design de Conversas (@designconversas), facilitador de grupos que contribuiu com propostas de dinâmicas de conversas direcionadas (já que amamos um papinho com longas reflexões).


O que nos sustentou em pé durante esses dias de imersão foi a maravilhosa comida da incrível Joelma Marcelino (@joagroecologia) e sua equipe! A Jô faz parte da Associação Mulheres do Gau (@mulheresdogau), que trabalha com agricultura e culinária orgânica no meio urbano. Além de nutrir nossos corpos com comidas deliciosas e orgânicas, a Jô nos nutriu de inspiração com as suas histórias.


Para vocês terem uma ideia, esses foram alguns dos pratos que a Jô e sua equipe prepararam para nós durante a imersão: abobrinha de casca de melancia, moqueca de banana, cortadinho do coração da bananeira, panqueca com recheio de taioba, bolo de milho, strogonoff de banana, farofa, peixinho da horta à milanesa, ora-pro-nobis, pão de beijo e doce de banana. Como vocês podem ver, a Jô fez questão de que o cardápio contemplasse todos os tipos de dieta, como a ovolactovegetariana e a vegetariana estrita.


Na organização de toda a logística para termos a representação de 24 pessoas, de pelo menos 09 estados diferentes, tivemos a dedicação da Nicoly Schindler do HUB SP, Paola Hernandes (@noastral), responsável por toda infraestrutura audiovisual e toda a equipe YCL (Clara, Manu, Ísis, Ju e Terê) que se dedicou nos últimos meses para esse planejamento acontecer.


E uma lembrança especial para a Flávia Martinelli que foi uma das responsáveis pela pela captação dos recursos que tornou o encontro possível. Ela até apareceu na montagem dessa foto:



Time institucional Brasil e Coordenadores de HUBs YCL Brasil.


Antes do final, lembramos também de comemorar muito tudo que a YCL conquistou ao longo desses 05 anos de organização! Afinal, somos uma rede que já capacitou mais de 1000 jovens em soluções para a crise climática. Desses, quase metade são bolsistas. A verdade é que temos muito a celebrar!


Celebramos o aniversário da YCL (22 de janeiro) junto com os demais aniversariantes do mês de janeiro:



Da esquerda para direita: Juliana, Anaís, Luiza e Dalila.


Nesse espírito, gostaríamos de compartilhar com todos vocês a playlist que embalou nossa comemoração e que retrata muito bem a diversidade da Rede YCL!


Tem muita coisa nova e boa vindo por aí…


Como dissemos anteriormente, nosso primeiro dia de imersão foi totalmente direcionado para a formulação de um novo curso que será lançado pela YCL ainda neste ano. E aí vai um spoiler em primeiríssima mão para vocês: será um curso sobre política e mudanças climáticas, para pelo menos 500 jovens de 15 a 35 anos. Massa, né? Em breve contaremos tudo para vocês sobre essa novidade!


Esperamos contar com vocês em mais essa jornada!


HUBs YCL



Este texto foi produzido de forma colaborativa pelos Coordenadores dos HUBs YCL: Manu (HUB Bahia), Elisa (HUB Rio Grande do Sul), Luiza (HUB São Paulo), Dalila (HUB São Paulo), Anaís (HUB Acre), Ariston (HUB Rio Grande do Norte), Maria Clara (HUB Minas Gerais) e Vitória (HUB Rio Grande do Sul).

53 visualizações0 comentário
bottom of page